Parlamentares e partidos que foram contra os servidores do judiciário

Confira a lista dos os deputados que foram contra a derrubada do Veto 26 e a favor do congelamento salarial dos servidores do PJU.

Votaram pela derrubada do veto 26 (derrubar o congelamento salarial)
Ademir Camilo (PROS)
Bonifácio Andrada (PSDB)
Caio Nárcio (PSDB)
Dâmina Pereira (PMN)
Dimas Fabiano (PP)
Domingos Sávio (PSDB)
Eduardo Barbosa (PSDB)
Eros Biondini (PTB)
Jaime Martins (PSD)
Júlio Delgado (PSB)
Laudívio Carvalho (PMDB)
Líncoln Portela (PR)
Marcelo Álvaro Antônio (PRP)
Marcelo Aro (PHS)
Marcos Montes (PSD)
Marcos Pestana (PSDB)
Mário Heringer (PDT)
Misael Varella (DEM)
Odelmo Leão (PP)
Paulo Abi-Ackel (PSDB)
Raquel Muniz (PSC)
Rodrigo de Castro (PSDB)
Rodrigo Pacheco (PMDB)
Stefano Aguiar (PSB)
Subtenente Gonzaga (PDT)
Tenente Lúcio (PSB)
Weliton Prado (ex-PT, agora PMB)

 

Votaram SIM ao veto 26
Adelmo Carneiro Leão (PT)
Bilac Pinto (PR)
Brunny (PTC)
Diego Andrade (PSD)
Fábio Ramalho (PV)
Jô Morais (PCdoB)
Margarida Salomão (PT)
Mauro Lopes (PMDB)
Newton Cardoso Jr. (PMDB)
Reginaldo Lopes (PT)
Toninho Pinheiro (PP)
Wadson Ribeiro (PCdoB)

 

Mudaram de posição contra a categoria
Aelton Freitas (PR)
Reginaldo Lopes (PT)
Mauro Lopes (PMDB)

 

Deputados presentes na sessão que “sumiram” na hora da votação
Carlos Melles (DEM)
Del. Edson Moreira (PEN)
Gabriel Guimarães (PT)
Luis Tibé (PTdoB)
Pastor Franklin (PTdoB)
Renzo Braz (PP)
Saraiva Felipe (PMDB)
Silas Brasileiro (PMDB)

 

Deputados que se abstiveram na votação
Aelton Freitas (PR)
Leonardo Quintão (PMDB)

 

Não compareceram à sessão (sem justificativas)
Leonardo Monteiro (PT)
Luiz Fernando Faria (PP)
Padre João (PT)


Não compareceram à sessão (com justificativas)

Deputado Zé Silva (SD) – Estava afastado das atividades parlamentares devido à complicações de saúde.